Se você é Secretário de Turismo e me lê, a hora chegou…Na verdade, ela já passou. O prazo para o cumprimento da Portaria de 192/18 para entrar no Mapa do Turismo Brasileiro venceu dia 30/07. E agora? É o que você vai saber…

Ah! Antes de mais nada, se esta é a sua primeira vez, seja bem vindo ao Blog de Capacitação Gestão & Política de Turismo no Município. Nosso objetivo é ajudar, orientando gestores públicos e técnicos a colocar sua Cidade no Mapa do Turismo nacional. Se já acessou outros textos, obrigado mais uma vez pela confiança. Se gostou, compartilhe e curta. Toda semana tem um novo texto!

Se o seu Município conseguiu se enquadrar, isso significa missão cumprida, certo?  Parabéns! Porém na verdade, é apenas o começo. A inclusão no Mapa do Turismo Brasileiro pode ser entendida como um bom indicador. O seu Município passa a fazer parte de um grupo mais prioritário à captação de recursos federais. Ponto. Mas, isso está longe de fazer do seu Município um Destino Turístico. Colocar a sua Cidade no Mapa do Turismo em uma perspectiva do mercado/consumidor, já são outros 500…. Já já voltamos a esse assunto.

Se você não conseguiu cumprir os critérios do Art 2o daquela Portaria, é hora de fazer uma grande reflexão a cerca do real papel do Turismo, como atividade econômica, no seu Município. Isto porque Secretário, o que o MTUR pediu é o MÍNIMO DO MÍNIMO DO MÍNIMO DO MÍNIMO MESMO que se espera em termos de organização da atividade turística em todos os níveis.  Por isso que é um momento de debate.

Voltando…Para Municípios que conseguiram, qual são os próximos passos? Sobre os critérios de inclusão ao Mapa listados na respectiva Portaria, o que mais interessa aqui (e é o que fará toda a diferença lá na frente) é o inciso III que fala sobre o COMTUR. Com excessão do CADASTUR, que é uma responsabilidade do equipamento turístico, os demais TODOS dependerão do quão eficiente e eficaz for o conselho. Saiba que Cidades onde Turismo faz a diferença, o COMTUR É A DIFERENÇA.

Secretário, invista sua atenção e energia em um COMTUR de qualidade. É a partir dele que as responsabilidades são divididas entre o público e privado, diminuindo a pressão sobre o seu escasso orçamento. O sucesso de uma cidade mercadologicamente falando, SÓ SE DÁ PELO COLETIVO INTELIGENTE, onde cada empresário faz muito bem a sua parte. Veja. Aqui é o conceito gritando do: “Uma andorinha não faz verão”.  

Secretário, é num COMTUR ativo que as possibilidades e oportunidades de negócios e eventos para a Cidade são compartilhadas. É no COMTUR que o Turismo vai ter a capilaridade política e institucional, para que o Prefeito respeite o Turismo como PROJETO DE GOVERNO. Quer fazer bonito até o final do seu mandato? Lembre-se que ano que vem tem eleição. Foque no COMTUR. Pode confiar…os resultados virão muito mais rápido do que o Sra/Sr imagina. Pense nisso…

Dúvidas, esclarecimentos? Escreva. Curta a fanpage @politicadeturismo

Obrigado pela confiança.

Para quem não me conhece, meu nome é Eduardo Mielke. Meu trabalho é auxiliar Governos na busca por  processos cooperativos que resultem numa melhor articulação entre ele, Terceiro Setor e o Empresariado. O resultado e o que importa mesmo, é a geração de emprego e renda local. O resto é conversa fiada.

Palestras, Workshops e treinamentos? Escreva para emielke@kau.edu.sa

Compre o livro do SIMTUR!!! Lá você terá todas as orientações que você precisa para fazer o seu Município decolar!

Screenshot 2019-08-05 at 22.11.58